• Criai Paraná

É aprovado em segunda discussão projeto que concede título de utilidade pública ao I-T&DH



“O Brasil é o país com o maior índice de ansiosos do mundo segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A estimativa é que 19 milhões convivam com a ansiedade no país! Um dos responsáveis por isso? De acordo com os especialistas, é o celular que colabora em provocar em nós aquela sensação de urgência e pensamento acelerado. Quem nunca passou por isso não é mesmo? E combater esta dependência é uma das missões do Instituto de Tecnologia & Dignidade Humana (I-T&DH), que tem como objetivo principal promover a Educação Digital Consciente numa perspectiva socioeducacional”, disse o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo.

O deputado Cobra Repórter é autor projeto de lei 693/20 que concede o título de utilidade pública ao Instituto de Tecnologia & Dignidade Humana, com sede em Curitiba. A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou o projeto em segunda discussão com 41 votos, nesta segunda-feira (06).


O I-T&DH é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos. Foi fundado em março de 2015 como contribuição para a garantia dos direitos fundamentais e do bem-estar dos usuários das tecnologias de informação e comunicação (tecnologias digitais – computadores, celulares, tablets e outros dispositivos).


É composto de professores, mestres, doutores, pós-doutores, além de profissionais das mais diversas áreas. O Instituto busca desenvolver mecanismos para contribuir com a proteção integral dos usuários de tecnologias digitais, tendo como público-alvo: pais, tios, avós, professores, gestores educacionais, profissionais das diversas áreas do conhecimento, para que possam assumir cada qual sua responsabilidade de salvaguardar a dignidade da pessoa humana na era digital.


“Esse reconhecimento é uma obrigação do Poder Público visto a seriedade dos objetivos do Instituto. O I-T&DH já mostrou em diversas ações a qualidade de seus trabalhos em prol da sociedade paranaense”, ressaltou o deputado Cobra Repórter, que também é o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa. A Criai é uma parceira do Instituto.

1 visualização0 comentário
BOTAO DO PANICO.png