Criai Paraná 2019 | Todos os direitos reservados.

  • Criai Paraná

Criai pede explicações ao Nucria sobre o caso de bebê agredido em Curitiba



O presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai), o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), em nome dos demais deputados integrantes da Comissão Permanente, enviou um ofício ao delegado José Barreto de Macedo Junior do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria) solicitando informações relativas às providências tomadas no caso do bebê com sinais de agressão. O suspeito da agressão é o pai da criança, conforme a Polícia Militar (PM). O crime foi em Curitiba na última quinta-feira (12).


“Pedimos que, se possível, ao final das investigações, mantenha esta Comissão informada das providências, afim de trabalharmos juntos na causa de proteção às nossas crianças”, disse o deputado estadual Cobra Repórter. Um inquérito foi instaurado no Nucria. Familiares e vizinhos estão sendo ouvidos. O inquérito apura lesão corporal grave contra menor. Para este tipo de crime, em caso de condenação, a pena pode chegar a cinco anos de reclusão.


A AGRESSÃO - Os bombeiros atenderam um bebê com sinais de agressão na manhã da última quinta-feira (12), em Curitiba. De acordo com o relatório da PM, a mãe do bebê chamou a polícia, porque o marido dela espancou a filha de dois meses, deixando hematomas. Ele fugiu e está sendo procurado. O bebê foi levado ao Hospital do Trabalhador e passa bem.

4 visualizações
BOTAO DO PANICO.png
  • Facebook