• Criai Paraná

Criai pede rigor na investigação de morte de bebê de Ibaiti com sinais de maus-tratos



A Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), enviou ofício solicitando ao Delegado da Polícia Civil de Ibaiti, Pedro Dini Neto, rigor e esclarecimentos das providências tomadas em relação ao caso de um bebê de três meses que faleceu na tarde de quarta-feira (30) com lesões graves pelo corpo. “Fatos assim me deixam extremamente triste! Estamos trabalhando junto com a Polícia Civil e demais órgãos públicos na causa de proteção às nossas crianças”, disse o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), presidente da Criai.


O delegado Pedro Dini Neto instaurou inquérito policial para apurar o caso. Ele já ouviu o depoimento do conselheiro tutelar que atendeu a ocorrência. A mãe da criança também já foi interrogada na Polícia Civil. O delegado de Ibaiti aguarda o resultado da perícia para apurar se as lesões causadas na criança foram com ou sem intenção de matar. O caso também está sendo investigado pela 10ª Subdivisão Policial de Londrina e pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) de Londrina, porque foi onde o bebê faleceu.


O CASO - A criança deu entrada no Hospital de Ibaiti com lesões graves. O caso de possíveis maus tratos foi apresentado na 37ª Delegacia Regional de Polícia de Ibaiti pelo Conselho Tutelar. Em estado grave, o bebê foi transferido para Londrina, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

0 visualização
BOTAO DO PANICO.png

Criai Paraná 2019 | Todos os direitos reservados.

  • Facebook