• Criai Paraná

Criai solicita informações sobre caso em que havia serragem no caixão ao invés do corpo de bebê


Foto: Reprodução de vídeo

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), enviou, nesta terça-feira (02), um ofício para a delegacia do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) de Ponta Grossa solicitando informações e rigor nas investigações no caso em que os pais encontraram no caixão serragem no lugar do corpo de um bebê que morreu, em Imbaú, no sábado (30).


Segundo a família, a mãe perdeu o bebê no fim da noite de sexta-feira (29) e precisou ser submetida a um parto induzido para a retirada do feto em um hospital localizado em Ponta Grossa.


A família conta que, no dia seguinte, foi até o necrotério do hospital para pegar o corpo da criança para velá-lo e recebeu um invólucro no qual deveria estar o feto.


Um vídeo mostra o momento em que os funcionários da funerária reviram a serragem no caixão para encontrar o corpo da bebê, que morreu na 24ª semana de gestação.

Os parentes contam que entraram em desespero e decidiram retornar às pressas até o hospital para pegar o corpo da criança.


Em nota, o hospital confirmou que "equivocadamente, o corpo não foi retirado" e que está prestando esclarecimentos aos órgãos competentes sobre o caso.


Vídeo redes sociais

7 visualizações0 comentário
BOTAO DO PANICO.png