Criai Paraná 2019 | Todos os direitos reservados.

  • Criai Paraná

Delegado de Marialva investiga se abandono de incapaz pode ter causado a morte de idosa

Atualizado: 16 de Mai de 2019


Foto: EBC Eduardo Bovo

O delegado da Polícia Civil de Marialva, Rodolfo Vieira Nanes, respondeu ao ofício da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) e afirmou que já foi instaurado o inquérito policial para apurar o suposto caso de abandono de incapaz que poderia ter causado a morte de uma idosa de 91 anos no último domingo (12).


Ele afirmou também que será apurada a omissão de socorro por diversos vizinhos que teriam presenciado agressões contra a idosa e não entraram em contato com as autoridades competentes para denunciar.


“O delegado está nos informando sobre o andamento das investigações deste caso. Queremos saber os reais motivos desta morte. A Criai tem a missão de fiscalizar atos públicos e/ou privados para a garantia dos direitos de nossas crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência”, disse o deputado Cobra Repórter.


CASO – No último domingo (12), uma senhora de 91 anos morreu em Marialva. Segundo policiais, um vizinho registrou vídeos onde uma pessoa, supostamente a filha da idosa, maltrata a própria mãe dias antes dela falecer. A polícia agora investiga se há uma ligação entre os maus tratos e a morte da senhora.


O deputado estadual Cobra Repórter (PSD), em nome dos demais deputados membros da Comissão Permanente, determinou a abertura de inquérito para investigar a morte da idosa ao delegado de Marialva, Rodolfo Vieira Nanes, no mesmo dia em que ficou sabendo da morte da idosa.

6 visualizações
BOTAO DO PANICO.png
  • Facebook