• Criai Paraná

Deputados integrantes da Criai participam de Sessão Especial que destaca atuação das APAEs



Deputados integrantes da comissão que defende os direitos da criança, adolescente, idoso e da pessoa com deficiência (Criai) participaram da sessão especial dedicada à luta pela garantia dos direitos das pessoas com deficiência intelectual e múltipla, que aconteceu na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) na manhã de terça-feira (30).


O evento contou com a presença do senador Flávio Arns (REDE), conselheiro da Federação das APAEs (Associação de Pais e Amigos de Excepcionais) do Paraná, e reuniu centenas de representantes da instituição, entre diretores, professores, conselheiros, funcionários, pais e filhos.


“Como presidente da Criai, destaco que temos que garantir qualidade de vida, chances e oportunidades para as pessoas com deficiência. Chega de incertezas e inseguranças.

Temos que acreditar e investir no trabalho das APAEs que prestam um serviço de qualidade apesar das dificuldades que ainda encontram. O Governo e a Assembleia têm que fazer o possível para colocar as APAEs no orçamento e nas políticas públicas”, explicou o deputado Cobra Repórter.



Segundo o presidente da federação, Fernando Meneguetti, o apoio dos deputados é fundamental para o diálogo com o Governo por um serviço de qualidade nas 329 unidades das APAEs espalhadas pelo Paraná que atendem mais de 40 mil alunos com deficiência.


De acordo com a procuradora jurídica da Federação das APAEs do Paraná, Rosangela Wolff de Quadros Moro, o Brasil tem 45,6 milhões de pessoas com deficiência. No Paraná, são 2,3 milhões. Os dados são do IBGE. Ela explicou que, segundo as APAEs, 543 pessoas com deficiência aguardam contratação e 920 foram encaminhadas ao mercado de trabalho em 2018 no estado.


“Temos que proporcionar às pessoas com deficiência oportunidades de desenvolvimento, habilidades, competências e investir em políticas públicas que permitam a empregabilidade”, enfatizou o deputado Cobra Repórter.


Outro assunto da sessão foi a possibilidade de repasse financeiro para recomposição do quadro de professores das APAEs, que, segundo os diretores, encontra-se defasado. Eles também pediram para que o processo de prestação de contas com o governo seja otimizado para evitar burocracia e acelerar as ações das APAE


2 visualizações
BOTAO DO PANICO.png

Criai Paraná 2019 | Todos os direitos reservados.

  • Facebook