• Criai Paraná

Guardas Municipais agridem pai e filha e Criai pede providências urgentes

Um vídeo, que está circulando na internet, registrou o momento em que Guardas Municipais agridem pai e filha que vendiam frutas e verduras no centro de Londrina. O caso gerou revolta da população, por causa da conduta adotada pelos GM’s.

Testemunhas contam que os Guardas Municipais acompanhavam uma fiscalização de vendedores ambulantes sem licença pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU). Na tentativa de impedir que os produtos fossem recolhidos, eles se colocam na frente dos fiscais. A Guarda Municipal interviu e empurrou os vendedores que caíram e foram agredidos.

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD), presidente da Comissão Permanente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep ) que Defende os Diretos da Criança, Adolescente, Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai), já pediu providências para as autoridades competentes.

“Isso é um absurdo! Guardas Municipais são pagos para proteger o patrimônio e defender a população. Não podemos admitir situações como essa. Já encaminhei ofícios para o Delegado Geral pedindo para que a polícia civil investigue o caso e também para a prefeitura solicitando que abra um inquérito para apurar essa agressão”, disse o deputado.

Segundo a prefeitura, será instaurado um procedimento para apurar a conduta dos guardas, inclusive, um deles já foi afastado do cargo. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (14), pelo secretário de Defesa Social.

1 visualização
BOTAO DO PANICO.png

Criai Paraná 2019 | Todos os direitos reservados.

  • Facebook