• Criai Paraná

Policiais militares visitam bebê que foi salvo após afogamento em Londrina


Fotos: 4ª Cia PM

Os policiais militares que salvaram a vida do pequeno Heitor, de 11 meses, que havia se afogado, fizeram uma visita ao garoto, que teve alta do Hospital na tarde desta segunda-feira (10) e agora se encontra na casa da avó.

“A função da polícia militar sempre foi e sempre será salvar vidas e estar sempre interagindo com o cidadão de bem. Situações como esta me deixam muito feliz em poder ajudar. É mais uma missão cumprida”, disse o soldado Almeida durante o reencontro com Heitor.


O deputado estadual Cobra Repórter, por conta do salvamento, apresentou um requerimento, na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), solicitando voto de louvor aos policiais militares.


“São profissionais que, na minha opinião e acredito que na da família desse menino também são heróis de farda”, destacou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai).


O deputado explicou que já foi aprovado o envio de expediente manifestando o voto de louvor da Alep e o diploma aos policiais, por conta da pandemia, ainda não tem data definida para ser entregue.


Fotos: 4ª Cia PM

O CASO – No dia 31 de julho, os soldados Alysson Almeida da Silva e Adriano Pegorari da 4ª Companhia da Polícia Militar, liderados pelo Tenente Emerson Castro, prestaram socorro ao Heitor, que se afogou em uma piscina.

Eles chegaram até a residência localizada no Conjunto Hilda Mandarino (Zona Norte) e imediatamente realizaram os primeiros socorros conseguindo reanimar a criança.

No caminho do hospital, os policiais militares receberam o auxílio do Siate. O menino ficou internado em uma Unidade de Terapia Intensiva e teve alta nesta segunda-feira (10). O vídeo mostrando como foi o atendimento brilhante da equipe viralizou e emocionou os internautas.



Fotos: 4ª Cia PM

5 visualizações
BOTAO DO PANICO.png

Criai Paraná 2019 | Todos os direitos reservados.

  • Facebook