• Criai Paraná

Presidente da Criai pede rigor na investigação de menina que morreu após ser atingida por tiros



“É lamentável: uma menina de 7 anos morreu depois de ser atingida por tiros de uma arma artesanal em Mariluz, na tarde de sábado (23). De acordo com a polícia civil, o irmão de 9 anos é suspeito de ter disparado e atingido a garotinha”, lamentou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD).


O deputado Cobra Repórter, que é o presidente da Comissão que Defende os Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai) na Assembleia Legislativa do Paraná, enviou ofício ao delegado de Mariluz, Isaías Cordeiro, pedindo rigor nas investigações.

Segundo a polícia, a menina foi atingida enquanto brincava com o irmão, de 9 anos, e outras crianças na casa do avô, em uma chácara. Foram cinco tiros nos braços, coluna e cabeça. Ela chegou a ser levada a um hospital, mas não resistiu.


A arma foi apreendida e o avô pode responder por omissão da guarda e posse ilegal de arma de fogo. Ninguém foi preso. De acordo com a polícia, outras pessoas também serão ouvidas nesta segunda-feira (25).

10 visualizações
BOTAO DO PANICO.png

Criai Paraná 2019 | Todos os direitos reservados.

  • Facebook