Criai Paraná 2019 | Todos os direitos reservados.

  • Criai Paraná

Violência contra Crianças e Adolescentes aumenta cerca de 30% em 2018 no Paraná



Um crime chocou o estado do Paraná recentemente: Eduarda Shigematsu, 11 anos, foi encontrada morta nos fundos de uma casa de aluguel da família em Rolândia. O pai e a avó estão presos. A polícia ainda investiga quais teriam sido as causas deste crime bárbaro.


“Estamos em cima desse caso. A morte da pequena Eduarda não pode passar impune. Justiça é o que todos nós queremos”, disse o deputado estadual Cobra Repórter, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente, Idoso e da Pessoa com Deficiência (Criai).


A Criai apurou que o número de denúncias de violência contra crianças e adolescentes em todo o Paraná aumentou cerca de 30% de 2017 para 2018, saltando de 1.166 para 1.527. Os dados são do Disque-Denúncia 181. A denúncia mais recorrente foi de violência física 43,87% (670). Depois, vieram abusos sexuais, com 36,47% (557), e abandono, com 19,64% (300). Do início deste ano até o dia 30 de abril, foram 567 denúncias. 47,61% são de violência física (270); 32,27% de abusos sexuais (183) e 20,10% de abandono (114).


“A nossa comissão está em alerta! Estamos no combate à violência contra crianças e adolescentes e, em breve, prometemos promover ações e campanhas de alerta”, garantiu o deputado Cobra Repórter.

11 visualizações
BOTAO DO PANICO.png
  • Facebook